A MEDIAÇÃO É POESIA
SK Communications CyImage Uploader

A MEDIAÇÃO É POESIA

Liberdade peq

Diz o Poeta que ”tudo vale a pena se a alma não é pequena”.
É isso, a alma… O trabalho de mediação é uma atitude voltada ao tratamento do conflito, seguindo uma lógica pautada na técnica e alimentada pela alma. Significa dizer que se toca ao coração das pessoas. E se o coração é tocado o sucesso é garantido ainda que não tenhamos acordo.

Certa vez, em uma mesa de mediação judicial, a autora, que não tinha mais de 28 anos, já entrou dizendo: – olha, não tem acordo! Ela repetiu essa frase, como se fosse um mantra, por diversas vezes. Quase me convenceu, mas eu não abandono o campo de batalha antes do fim. Insisti em aplicar o método até esgotar o procedimento e claro, ela permitiu. Então, nas últimas linhas argumentativas, ela se deixou tocar… e foi lindo!

As pessoas estão sedentas de escuta. Hoje, fala-se muito e ouve-se quase nada. A família e os relacionamentos, de toda ordem, vivem doentes, mas é uma doença da alma, de difícil percepção, gerando um mal sistêmico, que como sistema deve ser tratado. Em contrapartida, a recuperação é a cura em cascata, vai alcançando e sanando sistemicamente todos os membros daquele grupo e extravasa para além da expectativa depositada no processo.

É importante que todos saibam dos novos meios de solução de litígios postos à disposição da sociedade, que não apenas aqueles conhecidos e tão desgastados. Hoje a nossa justiça é multiportas, e é também alcançada fora do judiciário. Aliás, no modelo antigo a oferta é apenas a porta de entrada; a de saída há muito anda fechada.

Um abraço fraterno,
Até as próximas linhas!
Rosane Albuquerque.

Fechar Menu